quarta-feira, abril 15, 2009

reclamação

Chamaram-me a atenção para uma certa União das Famílias Portuguesas, que tem um blogue que nem sequer vou publicitar aqui (mais do que já fiz). Enfim, é mais uma organizaçãozinha formada por um senhor de fato, sorriso simpático, currículo invejável e !12 filhos! e uma senhora com baldes de laca no cabelo, currículo invejável e... como é? Só 4 filhos. Estive a ler atentamente a apresentação internética desta "união" e não resisti a comentar a generalidade do projecto; ora acontece que o meu comentário não vai ser publicado, tendo em conta que há 0 comentários em todos os posts (já uma vez comentei uma crítica de cinema do Vasco Câmara, que é um sr. que não gosta nada de ir ao cinema e tem o azar de ser crítico do público, que não apareceu), portanto vou postá-lo aqui, pode ser que alguém o queira ler. Quanto à "união", não vou enxovalhar muito, merecem o seu espaço (desde que não seja muito grande), nem que seja para demonstrar que não basta ter um grande currículo para ter dois dedos de inteligência. Como membro de duas famílias essencialmente portuguesas (descobri que um dos meus tetra-avôs foi o primeiro negro a formar-se em Portugal - Obama power!), e de uma família imediata deveras feliz, aviso desde já que nem mortinho faria parte de uma "união" que apoia a "segregação", "subversão", "descriminação" e "fundamentalismo".
o que escrevi foi:
A vossa associação, com todo o respeito que merece (que é o básico), é uma afronta à liberdade individual do ser humano, vós é que sois bestas primitivas, e eu que escrevo estas linhas não sou contra o casamento nem contra as famílias, cresci numa e fui educado para olhar as semelhanças e não as diferenças entre os Homens, fui educado para não ter medo do que não conheço, vocês o que têm mais é medo! Boa sorte para contrariarem a evolução da humanidade, bem precisam.
tenho dito

3 comentários:

gambozino disse...

peço desculpa pelo tom arrogante, mas passo-me um bocado com certas coisas, é a minha faceta de gambozino político a vir a cima... e controlei-me.

WFox disse...

è abominavel que essa Sra quando foi sec estado da familia, tenha ignorado , alguns miudos da CASA PIA que lhe foram denunciar varios crimes de pedofilia...
lavou as mãos, talvez porque os pobres e miseráveis não são dignos de ter em conta...
quanto á organização , não é de esperar diferente, de quem é testa de ferro da opus dei

C. disse...

Pois, esta associação tira qualquer pessoa do sério. Chamam a si a representação da família e da civilização, apropriam-se destas ideias e é como se não houvesse nada para além deles. E o que defendem é uma tirania completa, é uma castração da nossa liberdade... e das nossas possibilidades de amar. Com tanta gente que há no mundo, a coisa mais fácil de acontecer é o descompasso. O amor é uma benção, e não tem fórmula pré-definida; tampouco a família.

Trazer ao mundo 12 crianças sem se dar conta disto é um trabalho jeitoso, realmente. (sobre a senhora da laca nem digo mais nada, a/o WF já disse tudo)

P.S. Às vezes também tenho vontade de escrever umas coisas ao Vasco Câmara, hahaha.